Como você vê a sua vida daqui a um ano?

Tirei esse card da imagem outro dia (até postei lá nos stories do Instagram, se não me segue ainda vá lá @bloglivre_e_organizada) e a do título era uma das perguntas nele e me trouxe muitas reflexões e quero dividir aqui com você sobre essa pergunta: Como você vê a sua vida daqui a um ano?

No primeiro momento que vi pensei logo na coincidência de tirar essas perguntas justamente quando estamos entrando no mês de novembro, rumo ao final de mais um ano.

Mas depois me dei conta que essa é uma pergunta que nos impacta em qualquer época do ano, não é mesmo?
Claro que final do ano nos damos conta que não realizamos tudo que imaginávamos – ou que realizamos muito mais – e os questionamentos e reflexões aumentam assim como a vontade de dar um último gás pra alcançar aquelas metas que só dependem de um esforço extra. Mas ainda assim percebo o quanto pode ser desafiador responder essa pergunta em qualquer momento do ano.

Muitas vezes sonhamos com o que queremos mas não planejamos e com isso as coisas acabam sendo esquecidas pelo caminho, ou são engolidas por outras necessidade. E essa pergunta nos traz um misto de: coisas que já sonhei e se perderam, com coisas que ainda não temos total clareza se queremos e como queremos.
Ou ainda vira uma grande interrogação 🙊🙊

Card do box Detox Mental

E, pra mim, isso se dá pelo motivo de só pensarmos no futuro na virada do ano, ou quando surge uma pergunta dessa, em vez de ser um hábito planejar os próximos passos, e refletir sobre o que queremos da vida.

Quando cultivamos o hábito de pensar a frente e identificar quais são os nossos objetivos com frequência fica cada vez mais fácil e natural e perde o peso.

Não estou aqui dizendo que temos de viver em função das metas e nos deixar aprisionar por isso. Mas sim quero trazer a reflexão de que se for um hábito pensar em o que queremos, e principalmente, quem queremos ser para o futuro, será mais simples e mais leve se deparar com essa pergunta pelo caminho. Até pra dizer que , “no momento não sei, estou reavaliando ou repensando”.

Agora, me conta com nos comentários como é pra você pensar em como estará a sua vida daqui a um ano. Você tem planos a curto, médio e longo prazo? Sabe quem você quer ser ou só o que quer ter? Qual o peso que essa pergunta te traz?

03 anos de Blog e muita reflexão

Semana passada comemorei o aniversário de três anos do blog.
A cada ano que se completa me traz um momento de reflexão que se resume em gratidão.

E hoje quero dividir com você a minha reflexão.

Me sinto uma privilegiada por fazer algo que me faz tão feliz. Sei que muitas pessoas não conseguem falar isso dos seus trabalhos e eu sou grata por poder falar isso de verdade de tudo que faço profissionalmente.

Aqui no blog nesses três anos foram muitos textos, muitos posts, muitas dicas, muitos serviços prestados e produtos entregues – nem tantos quantos eu gostaria, é verdade rsrs. E é bem claro pra mim que 03 anos é só o início de uma caminhada que eu espero que dure muitos e muitos anos.

O blog começou a nascer em meu coração em uma fase de descobertas e redescobertas onde a vontade de fazer a diferença para as pessoas ao meu redor se tornou cada vez mais latente, até se materializar em um blog que falaria de organização pessoal e produtividade teve todo um período de amadurecimento da ideia, da vontade, do conceito e da coragem de me expor. E nem de longe eu imaginei que ao completar 03 anos ofereceria os serviços e produtos que ofereço hoje.

Na verdade, hoje acredito que ele começou a surgir há muito mais tempo quando em uma resolução de ano novo eu decidi que ía mudar a minha forma de organizar meu tempo e minhas atividades, após passar um 25/12 revisando um relatório.

Estava muito cansada e sobrecarregada, com zero de tempo pra simplesmente ficar a toa. Mesmo os momentos em família, ou com o namorado, me faziam sentir como cumprindo compromissos, ou pior, deixando de fazer algo do trabalho. E vale ressaltar que eu amava demais meu trabalho e tinha muito prazer em trabalhar infinitamente, ninguém me obrigava a trabalhar tanto, eu que queria tudo perfeito, queria dar conta de tudo e cumprir os prazos. Tinha – como tenho até hoje – um imenso prazer em ver os resultados do meu trabalho. Não sofria em trabalhar tanto, mas era óbvio que não era mais saudável pra mim.

E foi então quando comecei a aprender que posso sim me organizar e gerir meu tempo para ser feliz e estar inteira em todas as áreas da minha vida, mesmo que até hoje ainda encontre desafios para isso. E acredito que ali em 2009 eu comecei a me preparar para o Livre e Organizada mesmo sem saber que ele existiria.

O blog não era uma meta de longo prazo quando comecei – e continuei – a estudar esses assuntos, mas hoje ele é realidade na minha vida e mais do que meta de longo prazo é a minha missão.

Minha gratidão a você que me acompanha, que é ou foi meu cliente. Nesse terceiro aniversário eu deixo aqui o meu compromisso de continuar por aqui dando o meu melhor, me dedicando a aprender e a compartilhar com você os meus aprendizados e aplicar tudo isso em nossos serviços.

Desafio de Organização 05 – E-mails

Nos tempos atuais recebemos uma quantidade insana de emails todos os dias. Em cada site que entramos precisamos cadastrar um e-mail e lá vem mais malas diretas. Além de tudo que de fato queremos receber.
Se não nos policiarmos ficamos com uma caixa de entrada insanamente lotada em que não conseguimos achar os emails importantes.

Quando na verdade o e-mail é uma ferramenta incrível e está aí para nos ajudar, facilitar a comunicação, nos aproximar de pessoas e para agilizar nossas atividades profissionais. Ele é um mocinho se usado adequadamente, a vilã é a nossa desorganização e a desculpa da falta de tempo para mantê-lo organizado.

Então, hoje meu convite no desafio é para que você dê aquela limpeza no seu e-mail. Planeje umas duas horas para se dedicar a essa tarefa e foque só nela. Se possível desligue até o celular, por que qualquer distração irá te tirar do foco, afinal não é uma tarefa lá tão divertida kkkk.

Foto: Pinterest

Inicie pela caixa de entrada
Comece apagando todos os spams e propagandas e emails que já foram resolvidos que estiverem lá.
Em seguida arquive nas pastas – se seu email tiver essa opção – os que quer manter, se for realmente imprescindível manter.
E só então leia e direcione alguma ação para os que ficaram na caixa de entrada. Anote na agenda se for preciso acompanhar.
No outlook, e em alguns servidores de email, você pode responder ou encaminhar um email programando a data que ele deve ser enviado (está lá em opções – atrasar entrega 😉). E pode também programar lembretes, com dia e hora, para responder ou fazer alguma ação no e-mail.
Agora faça o mesmo nas demais pastas. Sugiro ir para a dos enviados. Faça o mesmo processo, apague, arquive e direcione.
Dica: se você respondeu um e-mail, pode apagar o da caixa de entrada e manter o da caixa de enviados assim terá só um e-mail com toda a conversa.

Se você fez isso em um e-mail vai ser mil vezes mais fácil fazer em outro 🤓, experimente.

Desafio concluído, poste nas redes sociais com #desafiodeorganizaçãoLeO #desafioLeOemail para

celebrarmos mais esse passo!

Intenção não é suficiente para se organizar

Desculpe o título,  mas quero ser muito sincera com você hoje. Intenção é importante, é o primeiro passo, só que sozinha ela não gera resultado algum. 

Ouço muitas pessoas me dizendo que querem ser mais organizadas, que querem aproveitar melhor o tempo, que queriam fazer mais coisas no seu dia, que precisam organizar a agenda para fazer algo novo ou diferente. 

E percebo que,  como em tudo na vida, falar as vezes é beeem mais fácil do que fazer quando se trata de organização e produtividade.  

E eu acredito de verdade que todos queremos fazer o melhor uso do nosso tempo, por isso até comecei esse blog. Eu mesmo ainda busco todos os dias formas de produzir mais e melhor. 

Afinal, hoje em dia são tantas demandas, tantos anseios, tantos estímulos que nossa maior busca tem sido ter tempo para equilibrar e dar conta de tudo. 

O grande ponto pra que seja diferente, para mim, está na consciência de que priorização e ação são vitais. Perceba que com esses dois é que as coisas começam a ganhar forma. 

Você não vai conseguir mais tempo para estudar se não perceber que isso é uma prioridade pra você,  definir o que e em qual horário irá estudar e realmente estudar no horário definido, por exemplo. Percebe que a intenção precedeu a priorização que precedeu a ação e o estudo de fato só veio com a prática?  

Assim também é com a aplicação das técnicas e ferramentas de organização,  não tem benefícios se não aplicar no dia-a-dia.  

No fim das contas é sobre isso que a gestão do tempo se trata, priorização e ação.

Principalmente ação.  Sempre digo aqui e nas redes sociais para que você aja, comece, pare de esperar as condições perfeitas e parta para a ação por que acredito mesmo que só assim as coisas acontecem.  

Nunca disse que é fácil,  nem que tudo vão ser flores, né? 😉 Mas posso te garantir que esse é o caminho a ser traçado e que o resultado valerá a pena.  

Eu posso te ensinar mil formas de se organizar e gerir seu tempo, técnicas de aumento de produtividade e tudo mais. Se você não aplicar, não se empenhar em fazer, nada irá funcionar.  Não vai mudar,  não vai se tornar mais fácil se você desistir no primeiro obstáculo. Você terá que aplicar e persistir para que os resultados comecem a surgir. 

Então meu convite a você hoje é que tenha clareza do que é importante e prioridade para você e com isso em mente busque o que irá te ajudar a se organizar como almeja. E assim alcançar seus objetivos.  

Conte comigo para caminhar com você nessa busca pelos resultados com intenção,  priorização e acima de tudo ação. 

Por que a organização é importante pra mim

Estava conversando esses dias, em uma sessão de coaching, sobre a importância de saber o motivo pelo qual fazemos as coisas. Afinal, motivação vem do motivo pra ação.  

E fiquei pensando sobre os meus motivos pra tudo que faço. E quis compartilhar com vocês o meu motivo pra organização.  

Fez parte da minha criação e se tornou natural pra mim ter um pensamento lógico e pensar em “listas”. Mas mesmo assim quando iniciei minha vida profissional tive dificuldades para dar conta de tudo que tinha pra fazer – faculdade,  trabalho,  apartamento, pais, familiares, etc – e isso me levou a mergulhar e estudar esse universo de organização e produtividade, pra mudar/organizar as coisas na minha vida.  E assim ir além de simplesmente dar conta, e passar a gerenciar meu tempo para deixar de ser escrava de tarefas e compromissos – e post-its para me lembrar das coisas – e passar a fazer melhores escolhas e usar formas mais eficientes para realizar as ações. 

Pra mim o motivo de me organizar,  a principal importância da organização, é que só assim – mantendo a vida organizada – eu consigo ter tempo para me dedicar a tudo e a todos que eu amo e que importam pra mim. 

Hoje atuo profissionalmente em algumas frentes – Tenho um trabalho formal, todas as coisas do blog (textos, imagens,  postagens, serviços,  produtos, pesquisas e etc.),  os atendimentos como coach e como consultora e participo de um projeto que eu amo demais. – que me demandam atividades, dedicação e tempo. 

E ainda assim não abro mão de passar tempo com os meus familiares e amigos, de curtir os filhos das minhas amigas, ou ir jantar ou almoçar com uma amiga com calma e botar os papos em dia.

E se eu não aplicasse as técnicas e princípios da gestão do tempo, da produtividade, na minha vida todos os dias eu não conseguiria dar conta, não conseguiria ter qualidade de vida e dedicar tempo a tudo que realmente importa. 

E posso afirmar que pra mim é muito importante me organizar para tocar o blog e os serviços e produtos que ele oferece, pois tenho com ele o objetivo de que você também perceba porque a organização é importante pra você e assim a aplique no seu dia-a-dia, desde um planejamento ao alcance de uma meta, passando pela organização da sua rotina ou finanças.  E dessa forma encontre meios de também ter mais tempo para o que importa pra você.  

A organização é importante pra mim para que eu tenha tempo para estar com os que eu amo e pra você? 

Me conta nos comentários 😉 

Priorizar é saber dizer não 

Algumas pessoas acham que foco significa dizer sim para a coisa em que você irá focar. Mas não é nada disso. Significa dizer não às centenas de outras boas idéias que existem. Você precisa selecionar cuidadosamente.” Steve Jobs 

Dar prioridade é colocar em primeiro lugar, e quando colocamos algo como prioridade estamos automaticamente colocando outros em outras posições. 

Porém,  as pessoas pensam que só dizer que um projeto é prioridade basta para fazê-lo acontecer. Quando na verdade esse é só o primeiro passo. 

Como sempre falo, a consciência e a clareza do motivo que faz com que algo seja definido como prioridade é fundamental para que saiba por que ele é muito importante e justifica dizer não a outros “algos”.

Com essa clareza você saberá para onde está indo e principalmente,  por que está indo. 

Então,  para que algo seja de fato prioridade, você terá de começar a dizer não para tudo que surgirá te afastando de sua prioridade. Será o momento de dizer não para aquele evento social que durará a noite toda e prejudicará seu rendimento no dia seguinte, será o momento de dizer não para aquele serviço extra que te oferecerão,  será o momento de dizer não ao tempo maior com a família,  será o momento de não começar novos projetos, será o momento de dizer não as redes sociais, será o momento de dizer não a noitadas com amigos por que quer se dedicar ao novo relacionamento. E muito outros nãos que só você sabe o que será.  

Por isso é tão importante a clareza do objetivo, pois sabendo exatamente para onde está indo, saberá que esses nãos são temporários,  e que o que eles resultarão valem a pena. 

E isso vale para os grandes planos e projetos, e vale também para as ações do dia-a-dia, afinal essas ações estão ligadas aos seus objetivos e sonhos, não é mesmo? 

Se colocou a elaboração de um relatório como a priodade do dia, diga não as demandas que virão por email e telefone até que o relatório esteja concluído. 

Por exemplo,  no momento em que comecei a escrever esse texto o coloquei como prioridade, e mesmo estando no celular disse não as notificações das redes sociais e só vou olhar depois de escrever e revisar. Pois sei porque esse texto é importante e também sei que terei tempo depois para olhar as redes. Se eu dissesse que ele é a prioridade da tarde de hoje e parasse a cada nova notificação, eu não teria dado de fato prioridade para o texto, e com isso eu levaria o triplo do tempo e correria o risco de perder a qualidade, ou até mesmo não acabar de escrever. Percebe? Uma atividade poderia não ser concluída por eu não dar de fato a prioridade necessária. 

E usei como exemplo uma atividade única, imagina os efeitos em um novo projeto que precisa de atenção e dedicação para deslanchar? E que você continua dizendo sim para todas as demandas paralelas que te levam para cada vez mais longe. 

Isso vale para todas as áreas da vida. Escolha com consciência as suas prioridades e lhes dê a prioridade necessária. E tenha clareza que como consequência será muito importante dizer não ao que te afasta dessas prioridades. 

Me conta nos comentários como faz para priorizar seus objetivos,  com certeza irá ajudar alguém que lerá esse post. 

Os sete fatores que nos impedem de tirar as ideias do papel (ou da cabeça) 

Ao longo do livro Equilíbrio e Resultado Christian Barbosa fala sobre tudo que nos impede, ou nos incentiva, a ter uma vida equilibrada com resultados em todas as áreas da vida. 

E dedica uma parte para explicar por que nossas idéias não saem do papel, o que me chamou muito a atenção e por isso quis dividir com vocês neste post. Ele destaca que a questão está em quando procrastinamos de forma crônica, com as coisas que não podem ser adiadas.

No livro Christian apresenta, como resultado de uma pesquisa, os sete fatores que nos levam à procrastinação e a adiar a realização dos nossos objetivos e sonhos. Vamos conhecê-los um pouquinho?

1 – Falta de Tempo

A desculpa mor dos tempos modernos, rsrs. Christian afirma que em muitos casos o problema é o uso inadequado do tempo com coisas desnecessárias, sem importância ou que não ajudam suas idéias a sair do lugar. 

E eu sempre cito as redes sociais como uma das grandes vilãs, né?  Uma olhadinha rápida pode durar uma, duas horas, tempo que vale ouro.  

Quando nos focamos – tirando as atividades que não acrescentam – e priorizamos o que é importante encontramos o tempo necessário. 

2. Cérebro não treinado

Nesse fator ele traz uma informação preciosa, na minha percepção.  Ele diz que a procrastinação tem um lado fisiológico,  pois ela está ligada a impulsividade, ao fato de escolher algo em vez de outro (normalmente algo mais “legal” naquele momento). O que chamou me atenção, pois normalmente achamos que a procrastinação está ligada a falta de ação, não é mesmo?

Segundo ele, quando se tem baixa ativação ou algum dano no córtex pré-frontal, pode aumentar seu nível de procrastinação, perda de atenção e desorganização. 

Aí entra a importância do cérebro treinado, pois é possível treinar para ter uma atitude mental que evite as distrações e te mantenha focado no que precisa ser feito. 

3. Falta de Energia 

“Energia é o combustível da vida, aquilo que lhe dá a disposição necessária para enfrentar os desafios e as experiências que a vida reserva para você.” Assim Christian define a energia.

Ele diz que ela é gerada por fatores físicos, mentais, emocionais e espirituais que quando negligenciados acabam por drenar a energia.E sem ela fica muito difícil realizar as tarefas que se propôs a fazer. 

Então,  qualidade do sono, alimentação,  fé, saúde,  qualidade dos relacionamentos e outros são essenciais para alimentar e manter a nossa energia. 

4. Medos

Todos temos medo, é natural. O problema, segundo Christian, é que para muitos o medo se torna um paralisador em vez de um propulsor de planejamento e preparação.

Ele diz que o medo tem três caminhos na procrastinação: o medo do fracasso, o medo do desconhecido e o medo do sucesso (sim! acredite, podemos ter medo da sobrecarga que o sucesso trará).

Se conhecer esses medos e conseguir identificar quando um deles está te travando pode ser a diferença entre realizar ou procrastinar.

5. Falta de relevância 

Christian diz que quando não temos clareza da importância do que vamos realizar não temos motivação pra fazer. 

Sabe aquele relatório que você sabe que não vai servir pra nada e você enrola pra fazer até seu chefe cobrar?  Então, usamos o mesmo critério pra tudo, se não sabe se é importante ou por que é importante ver o Facebook ou assistir um seriado vira prioridade. 

Busque e se conecte com o porquê mais profundo dos seus objetivos e lembre-se dele nos momentos que a distração surgir.

6. Autossabotagem

Somos nossos maiores incentivadores e desmotivadores.  Quando as pessoas não acreditam em si mesmas Christian diz que elas assumem um papel de vítima ou de sem sorte e acabam inconscientemente se colocando pra baixo e com isso não executam o que precisa.

“Será que você não está se autossabotando sem perceber? Será que não está deixando os pensamentos sabotadores destruírem toda a sua vontade de executar?” O que você responderia hoje às perguntas do Christian?  

7. Preguiça 

Não é a toa que ela é um pecado capital, rsrsrs

Christian afirma que a preguiça é natural do ser humano,  o problema está quando se torna crônico e o faz procrastinar. “A preguiça mina sua vontade, sua capacidade de agir, instiga seus medos, sua autossabotagem, consome sua energia, seu tempo e ainda abarrota seu cérebro com um monte de interrupções.” 

Ou seja, ela une ou promulga todos os outros fatores  e por isso precisa ser vigiada de perto. 

Christian explica que entender os fatores que impedem suas ideias de saírem do papel – ou da cabeça – é muito importante para conseguir manter a procrastinação sob controle. “Pense nos fatores que afetam a execução de sua ideia, faça uma autoanálise sobre como eles se manifestam no momento em que você procrastina e questione-se sobre o que pode fazer para mudar esse padrão.”  

E eu te convido a fazer uma reflexão e anotar em um papel quais desses fatores estão te impedindo de alcançar suas metas e ter a vida extraordinária que merece ter. E então anotar em um papel que estratégias pode adotar a partir de agora para diminuir a influência desses fatores na sua vida. 

Me conta nos comentários como foi.