Revisão do Primeiro Trimestre

E chegamos ao final de março de 2021.
E mesmo estando mergulhados no caos, quero te propor que realize uma revisão do SEU primeiro trimestre do ano.

Eu, de verdade, acredito que manter o nosso foco no que está a nosso alcance e controle ajuda muito a seguir firme nesses tempos difíceis. 

E por isso quero te propor um exercício hoje.

Dedique um tempo para avaliar todas as áreas da sua vida.
Como está o andamento do seu planejamento?
Como está a sua saúde? Se dedicou a se cuidar nesse período?
Como foram as finanças?
Como foi o seu convívio em família?
E o seu autocuidado?
Avalie também o seu emocional, como foi em cada mês? Teve relação mais com o externo ou foi mais interno?
O que precisa ser revisto?

Depois de avaliar como foram as áreas da sua vida até aqui dedique um tempo para decidir as ações que quer realizar no próximo trimestre.
Alguma meta nova surgiu e ganhou prioridade?
Que áreas quer dar mais atenção no próximo trimestre?
Que projetos vai se dedicar no segundo trimestre?
O que mais quer acrescentar?
Que ações vai realizar para cuidar do seu emocional? E do seu autocuidado?

Faça o que precisa ser feito e não só o que é legal

Outro dia eu ouvi que ser adulto é fazer mesmo o que não quer fazer. E acredito muito que é isso mesmo.

E está diretamente ligada a produtividade,  quantas vezes procrastinamos coisas importantes por que não é “gostosinho” de ser feito?

Nosso cérebro está sempre nos levando para o caminho mais fácil,  que exija menor esforço, e quando estamos desconectados dos nossos objetivos tendemos a seguir esse caminho, que normalmente nos leva a muito menos resultados e frustração. 

Quando temos clareza de por que temos essa ou aquela meta, sabemos que cada ação importa muito para que a alcance então fazemos o que precisa ser feito.

Meu convite hoje é para você olhar para as suas responsabilidades,  objetivos e metas e avaliar onde está deixando de fazer o que precisa ser feito. Defina como vai mudar esse cenário,  tenha clareza da importância de fazer essas coisas – mesmo que não sejam prazerosas –  para onde você quer chegar ou até mesmo para se manter onde está hoje.

Minha dica é que você conecte essas tarefas ao propósito que estão envolvidas para que elas façam sentido ao serem realizadas. E, se forem muito desafiadoras, defina recompensas. Assim acostuma seu cérebro a ver essas tarefas como uma coisa boa a ser feita.

Me conta nos comentários que estratégia utiliza para fazer o que precisa ser feito, quem sabe ajuda a alguém por aqui.

Qual a diferença entre sonhos, objetivos e metas?

Sempre falo muito de ter clareza e priorizar os seus objetivos, e me dei conta que ainda não tinha feito um texto pra cá com as definições de objetivo.

Então, vou ampliar um pouquinho, e hoje vamos falar da diferença entre sonhos, objetivos e metas, e como usamos cada um desses. De uma forma simples e resumida com nosso jeitinho prático de ser, rsrs.

Sonho é o desejo  que nasce no coração, é aquilo que faz seu olho brilhar. Pode ser facilmente realizável ou exigir mais esforço ou dedicação para ser alcançado. Quando esse sonho ganha um planejamento ele se torna um objetivo. Ele passa a estar na nossa mente, além do coração. 

Objetivo é quando definimos como vamos fazer, e quais serão as etapas, para realizar o sonho. É trazer para o papel e torná-lo alcançável, a curto, médio ou longo prazo. 
Objetivo é pensar: tá bom, estou sonhando com tal coisa, como vou fazer para chegar lá aonde quero estar?
É o plano macro da viagem, sabe? O sonho é conhecer tal lugar, o objetivo é viajar para tal lugar no mês/ano tal.

Já as metas são as especificações dos objetivos em detalhes. É praticamente o mapa de como chegar ao seu objetivo.

As metas estipulam os passos (ações) e os prazos para a realização do objetivo. Elas necessariamente precisam ter características/informações que te deem a noção real do que você quer e precisa para alcançar esse objetivo. Falei aqui sobre o que é e como definir um meta smart.

Se o objetivo é viajar, as metas devem dizer quando, pra onde, com quem, de que forma, quanto vai precisar, etc.

Perceba que o sonho é o devaneio, é a vontade mais pura e verdadeira, é o querer. O objetivo parte para a definição daquilo que é almejado. E a meta nos traz a clareza do que vai ser preciso para isso.

Então se, por exemplo, o objetivo é cuidar do corpo/imagem/saúde, uma das metas pode ser perder tantos quilos em x tempo, uma outra meta pode ser conseguir correr x quilômetros em tantos meses.

E pra não perder o hábito, quero reforçar aqui a importância da clareza de por que você quer alcançar esse objetivo é isso que vai te servir de combustível pra seguir em frente com as ações mesmo quando as coisas ficarem mais desafiadoras.

Ah! E quero lembrar também que quando falamos de objetivos e metas é essencial que tenha prazo, se não continuamos só no sonho, tá? Repete comigo: objetivos e metas só são isso se tiverem prazos e métricas muito claras, combinado?

Não fica só no mundo dos sonhos não, com planejamento e força de vontade você consegue tornar seus sonhos realidade. Em vez de ficar aí se lamentando que sempre quis muito uma coisa e nunca aconteceu, assuma a responsabilidade e coloque no papel tudo que você precisaria pra que isso vire realidade. Se for realmente inalcançável você pelo menos vai ter essa clareza e tirar da sua cabeça, se for viável já vai saber como fazer.

Conte comigo para te ajudar a se organizar e ser mais produtiva para colocar tudo isso em prática e pra celebrar quando esses sonhos virarem realidade.

Como andam seus objetivos e metas para 2021? Já está andando com o seu planejamento? Tem uma dica legal sobre esses três? Me conta aqui nos comentários.

Projeto Planeje-se 2021

2020 foi um ano muito desafiador. Que mexeu demais com as nossas vidas, nossa rotina, nosso emocional.

E a proximidade da chegada de 2021 trouxe otimismo para alguns e pouca esperança para outros.

Para mim não foi diferente e pensando em como poderia contribuir para que 2021 seja mais promissor criei o Projeto Planeje-se 2021. E quero te contar sobre ele no post de hoje.

Minha contribuição para que o seu 2021 seja de resultados, de conquistas, de autoestima, de progresso mesmo é te auxiliar a elaborar um planejamento para o ano que vá muito além de uma listas de desejos, ou de coisas inalcançáveis que te empolgam no primeiro momento, mas depois te causam ansiedade a acabam na gaveta antes mesmo do Carnaval. É segurar na sua mão na elaboração do seu planejamento para que ele seja efetivo em te levar em direção dos seus objetivos.

Então para que 2021 seja diferente, que você tenha empolgação para executar seu plano por todo o ano, criei atividades que gradualmente, durante duas semanas, vão te auxiliar na elaboração de um planejamento completo, tecnicamente eficaz e, principalmente, muito conectado com a sua verdade.

Eu sei bem como é fazer listas na empolgação do Réveillon e chegar no dezembro seguinte frustrada por não ter realizado quase nada do que escreveu ali. E de siquer lembrar por que colocou um item ou outro na lista. Com esse projeto quero que você vá no caminho exatamente oposto, e tenha em mãos um guia para trilhar rumo ao alcance dos seus objetivos em 2021.

Até para você que está mais pessimista quanto a 2021, esse projeto serve para te dar algo pra se animar e incentivar ao ver o plano de ação pronto e como pode alcançar o que deseja. Tenho certeza que vai te dar mais segurança e tranquilidade. Mesmo que seja só uma meta, já vai ser um caminho a seguir mesmo em tempos nebulosos.

Meu maior desejo é que ao final de 2021 estejamos aqui celebrando um ano melhor e muitas conquistas alcancadas por terem seguido esse planejamento elaborado agora em Janeiro.

Essa será a última turma desse projeto e iniciaremos em 04/01, então se te despertou o interesse em participar clica aqui para você se inscrever. Serão duas semanas juntas realizando atividades para a elaboração de um planejamento completo para os seus objetivos em 2021.

Me acompanha lá no Instagram no @livreeorganizada que trarei muito mais detalhes sobre o projeto diariamente.

Me conta aqui nos comentários como está o seu ânimo para 2021 e se já fez seu planejamento do ano.

Como você vê a sua vida daqui a um ano?

Tirei esse card da imagem outro dia (até postei lá nos stories do Instagram, se não me segue ainda vá lá @bloglivre_e_organizada) e a do título era uma das perguntas nele e me trouxe muitas reflexões e quero dividir aqui com você sobre essa pergunta: Como você vê a sua vida daqui a um ano?

No primeiro momento que vi pensei logo na coincidência de tirar essas perguntas justamente quando estamos entrando no mês de novembro, rumo ao final de mais um ano.

Mas depois me dei conta que essa é uma pergunta que nos impacta em qualquer época do ano, não é mesmo?
Claro que final do ano nos damos conta que não realizamos tudo que imaginávamos – ou que realizamos muito mais – e os questionamentos e reflexões aumentam assim como a vontade de dar um último gás pra alcançar aquelas metas que só dependem de um esforço extra. Mas ainda assim percebo o quanto pode ser desafiador responder essa pergunta em qualquer momento do ano.

Muitas vezes sonhamos com o que queremos mas não planejamos e com isso as coisas acabam sendo esquecidas pelo caminho, ou são engolidas por outras necessidade. E essa pergunta nos traz um misto de: coisas que já sonhei e se perderam, com coisas que ainda não temos total clareza se queremos e como queremos.
Ou ainda vira uma grande interrogação 🙊🙊

Card do box Detox Mental

E, pra mim, isso se dá pelo motivo de só pensarmos no futuro na virada do ano, ou quando surge uma pergunta dessa, em vez de ser um hábito planejar os próximos passos, e refletir sobre o que queremos da vida.

Quando cultivamos o hábito de pensar a frente e identificar quais são os nossos objetivos com frequência fica cada vez mais fácil e natural e perde o peso.

Não estou aqui dizendo que temos de viver em função das metas e nos deixar aprisionar por isso. Mas sim quero trazer a reflexão de que se for um hábito pensar em o que queremos, e principalmente, quem queremos ser para o futuro, será mais simples e mais leve se deparar com essa pergunta pelo caminho. Até pra dizer que , “no momento não sei, estou reavaliando ou repensando”.

Agora, me conta com nos comentários como é pra você pensar em como estará a sua vida daqui a um ano. Você tem planos a curto, médio e longo prazo? Sabe quem você quer ser ou só o que quer ter? Qual o peso que essa pergunta te traz?