Listas de tarefas vão deixar sua mente livre para o estratégico 

​Sempre menciono nos posts o caderno de tarefas e algumas pessoas me perguntaram como é usado. Logo logo vou fazer um post específico sobre o caderno, ok?  Hoje vamos focar no princípio que rege o uso da lista de tarefas, seja no caderno ou não.

O princípio envolvido é de que não temos condição de manter na memória tudo o que temos para fazer, ainda mais nos tempos atuais em que somos tão bombardeados de informações por todos os lados. Se sua mente fica repleta de pensamentos e preocupações, você não consegue ser produtiva como pode. 

David Allen, do GTD, ensina que ao coletarmos o que temos para fazer e o que estamos pensando, liberamos a mente para que foque no estratégico. 

“A mente foi feita para ter ideias e não para guardá-las.” David Allen

Em vez de gastar tempo pensando sempre nas coisas que tem de fazer – pois se não as tira da cabeça elas continuam voltando e voltando, e somem justamente quando você devia realizá-las, não é verdade? – você consegue focar no que realmente precisa da sua atenção, em seus projetos.  

Então, você pensa na tarefa uma, duas vezes no máximo, a coloca em uma lista e libera “espaço” para solucionar problemas,  montar estratégia, atuar nos seus objetivos. 

Uma lista de tarefas, devidamente registrada e gerenciada, aumenta muito a sua capacidade de produzir.  Pois estão ali, ao seu alcance, tudo o que você tem de fazer. E sua mente estará livre para desenvolver projetos e se concentrar na atividade que estiver realizando. Seu foco aumenta muito, pois não tem pensamentos te desviando o tempo todo. 

Sabe aquele bombardeio de pensamentos, com tudo que você tem de fazer no trabalho, que te inundam no domingo a noite?? Será completamente eliminado quando você tiver a tranquilidade de que deixou tudo que precisa fazer anotado. Ou se você anotar quando eles vierem terá a tranquilidade no resto do tempo. 

É claro, que não adianta só anotar tudo que te vem a cabeça e pronto. Você precisa gerenciar essas anotações para direcionar.  Direcionar as tarefas para que elas sejam realizadas nos prazos,  direcionar as ideias para que virem tarefas e por aí vai. 

Experimente! Separe um bloquinho e carregue com você aonde for e anote tudo que considere que precisará lembrar depois, mesmo que não lhe pareça uma tarefa no momento.  

E observe como seu foco mudará,  como sua atenção mudará e como terá novas ideias com mais facilidade. 

Depois me conta aqui como foi, combinado? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s