Quer se organizar? Crie rotinas para te ajudar

O livro O Poder do Hábito diz que nosso cérebro trabalha para mecanizar ações e criar hábitos para que econonize energia ao máximo.
Por isso que você não precisa pensar para realizar ações corriqueiras, como ao acordar. Você simplesmente levanta, vai ao banheiro, toma banho, escova os dentes e etc sem planejar isso, simplesmente já é um hábito levantar e ir direto ao banheiro ou ir tomar café, já faz parte da sua rotina da manhã.  Assim como fazer o mesmo caminho para o trabalho todo dia.

As rotinas economizam muito tempo, esforço e energia para o nosso corpo e nossa mente.  A partir do momento que se tornam “automáticas” suas atividades diárias ganham agilidade.
As mini rotinas – pequeno grupo de ações com objetivo específico – como chegar do trabalho, tomar banho, se vestir e ir preparar o jantar (nessa sequência). Fazem toda a diferença para o fluir das atividades.  Além de garantir que você fará o que tem de ser feito.
Se você chega no trabalho, liga o computador, olha a sua agenda e caderno de atividades e confere o email todos os dias, essa é a sua rotina de chegada no trabalho, percebe? 😉

A grande questão com as rotinas é que, na maioria das vezes, elas são criadas de forma instintiva e de um modo que roubam tempo em vez de economizar.  E de tanto fazer você nem percebe que essa rotina é prejudicial, você simplesmente “faz como sempre fez”.

E quando falamos de nos organizar, um dos pontos chaves é tormar decisões conscientes sobre o que você quer incluir e o que você quer retirar do seu dia-a-dia (desde aquele casaquinho no fundo da gaveta até a mania de experimentar cinco mudas de roupas de manhã e sair atrasado, ou apertar o soneca 10 vezes). 

Organize sua rotina, e suas mini rotinas, de forma consciente para que elas otimizem o seu dia e o seu tempo.

Avalie tudo que você faz no seu dia-a-dia e pense em como realizar de forma fluida e em uma sequência que dê praticidade  e agilidade as suas atividades. 
Por exemplo,  agrupe as atividades que tem de fazer no banheiro de manhã, ou a antes se dormir, e faça – as de uma vez só,  assim vai economizar tempo em não ficar indo e voltando.   Inclua na rotina da noite escolher a roupa do dia seguinte, assim já vai economizar tempo de manhã.  Ou ainda coloque água e comida pro cachorro quando voltar do passeio com ele, assim encerra as atividades com ele.
Esses são alguns exemplos genéricos,  só para ilustrar o meu ponto de vista. Avalie, e teste, o que funciona melhor para você, combinado?  Se precisar da minha ajuda com isso, estou a disposição para desenhar uma rotina com você também. 

Depois de avaliar e reorganizar a sua rotina macro e as menores,  REALIZE! Nos primeiros dias você estará meio que no limbo, entre a rotina antiga e a nova e isso poderá ser confuso, rsrsrs. Sim! Você tem uma rotina, mesmo sem perceber e mesmo que seja caótica kkkk. Persista  em cumprir a nova rotina,  mesmo que esqueça de algo aqui e acolá,  por pelo menos 3 semanas. Até que vire hábito.

Faça as adaptações necessárias também.  Por que na hora da aplicação você pode ver que algo que decidiu fazer não é viável, desde que  não seja viável de verdade, ok? Sono, preguiça e má vontade não contam como motivo para alterar rever a nova rotina, hein kkkk
Sempre que alterar as micro rotinas, recomece a contagem das 3 semanas, para se tornar automático.

E aí?  Quais são as suas rotinas? Me conta aqui nos comentários,  você pode servir de inspiração para alguém! 

image

Anúncios

A bagunça externa pode ser reflexo da bagunça interna

Ouvi essa frase do título outro dia e ela fez muito sentido para mim. Sempre falo que a mesa de trabalho bagunçada nos deixa confusas, que a bagunça tira o nosso foco, etc. E quando refleti sobre essa frase me dei conta que muitas vezes a bagunça pode não ser só resultado de correria e desorganização. Pode muito mais ser reflexo de um estado emocional, de como a mente anda funcionando, do quanto se está internamente confusa. 

E isso se reproduz no exterior em forma de desorganização.

E como sabemos, não se restringe a mesa, mas se repete nos armários, gavetas e na vida.

image

Sabe a história do automático? Simplesmente vamos vivendo de acordo com o que as circunstâncias, ou pessoas, nos levam, sem nem ao menos perceber o quanto isso está pesando. Os dias e meses passam e você olha a bagunça e diz que não tem tempo para arrumar e ela só aumenta e você diz que está muito ocupada para arrumar. Tem sempre um bom motivo para justificar o estado daquele espaço.

E fica sempre agitada e acelerada (ou sem energia para nada) por que tem de dar conta de muitos afazeres e responsabilidades e que não consegue dar conta de organizar os espaços. E o tempo passa e a bagunça só aumenta e te incomoda ao ponto de você dar um jeitinho, mas não organizar de fato.

E o círculo vicioso se perpetua, por que de verdade tem um porquê por trás que não fica tão evidente às vezes.

Experimente se perceber quando identificar um espaço, ou ambiente seu desorganizado. Como está a sua mente? E os seus sentimentos?  Quais as suas prioridades? O caminho que sua vida está indo te deixa feliz ou inquieta (ou frustrada)? O que a desorganização ali representa para você? 

Avalie e trace novos rumos, ou mude a forma de enxergar e se sentir com a situação que te levou a isso. Se não puder sozinha peça ajuda, tanto para organizar o espaço como para te ajudar a não bagunçar de novo.

Tenho certeza que você terá muito mais energia e disposição e manter a organização vai ser um prazer pra você,  pois vai saber o que isso representa. 

Arregace as mangas e mãos à obra, combinado??  😉

Faça do smartphone seu aliado

Tempos modernos, velocidade moderna, necessidades modernas, armadilhas modernas.

Na vida, cada vez mais corrida que temos, o smartphone surgiu como A salvação. A possibilidade de estar informada e acessível em qualquer hora ou lugar parecia a solução para os grandes engarrafamentos e excesso de compromissos que consomem nosso tempo. Só que o grande milagre veio com armadilhas embutidas.

Eu, de verdade, acredito que o smartphone é uma grande ferramenta para a nossa produtividade. Desde que seja usado com sabedoria e parcimônia. Se não for bem usado, as armadilhas que ele traz escondido nos pegam e nos fazem reféns em vez de usuários.
Então, vamos focar em como mantê-lo como nosso grande aliado, ok? Use o que ele te oferece de melhor. Afinal hoje eles tem uma infinidade de aplicativos a nossa disposição para facilitar a nossa vida, é só escolher os que melhor atendem as suas necessidades.

image

E para fazer o melhor uso você precisa ter clareza de quais são as suas necessidades essenciais para uso no smartphone. Aquelas em que ele vai de fato te ajudar a ganhar tempo e agilizar atividades.

Aplicativos de agenda, de gerenciamento de tarefas, armazenamento de arquivos em nuvem, controle de finanças e anotações são os básicos e essenciais, na minha opinião.

Sim! Aplicativos de redes sociais e e-mail são secundários, dispensáveis! Ter ou não esse tipo de aplicativo vai depender da sua necessidade específica e rotina.

Ok. ok! Whats app é essencial kkkk.  Desde que você tenha clareza do uso que irá fazer e da rotina que estabelecerá, para não virar refém. Configure muito bem as notificações. Silencie de forma permanente as notificações  (é só ir lá nas configurações e  colocar silencioso ou nenhum na opção de toque para grupos e para individual) e tenha horários definidos para acessar. Quando algum grupo específico estiver demandando atenção configure um toque só para ele. – sim! isso é possível! clique no nome do grupo e lá nas informações tem uma opção de notificação personalizada 😉 – E lembre-se de desfazer essa configuração quando não for mais necessário.

Aliás, silencie notificações de todos os aplicativos de rede social e e-mail, se decidir que vai tê-los instalados. É totalmente contraproducente ficar ouvindo diferentes sons a todo momento.

Opte sempre por aplicativos que sejam fáceis de você usar. Se demandar tempo e esforço, após o período de adaptação, não é o ideal para você.
E teste aplicativos novos que podem ser úteis e otimizar seu uso do aparelho, já experimentou o Evernote? Esse é dica de ouro.  Teste e me conta o que achou.

Outra coisa importante é evitar colocar o seu número em todos os cadastros que faz, assim você diminui a possibilidade de ficar sendo interrompida por ligações e mensagens de propaganda.

E vale lembrar que o smartphone continua sendo um telefone, ok? Muitas vezes uma ligação te conecta muito mais com uma pessoa, ou cliente, do que uma mensagem ou e-mail. Se programe para ligar para as pessoas de vez em quando. Em horários normais, tá? nada de aproveitar que teve um tempinho a meia noite  para ligar para aquele amigo, combinado? kkkkkk

Use e abuse do seu aparelho para que ele seja de fato o que se propõe a ser, algo que veio para dar agilidade, mobilidade e praticidade para a sua vida. E não o contrário.

Google Agenda

Quando falei aqui sobre a agenda compartilhada prometi que falaria mais sobre a agenda (ou calendar) do Google.  Então vamos lá.

Todos que tem uma conta gmail tem acesso a todos os aplicativos do Google.  E não precisa contar que fez o gmail por que era obrigatório pro Orkut, ok? Vamos manter isso em sigilo 😂😂😂
image

Com a disseminação dos smartphones, o uso das opções on line no mobile se tornou essencial.  E o Google,  esperto que é, acompanhou. Praticamente todas as opções de configurações que tem na web tem no aplicativo do celular da Agenda. 
E como são sincronizadas a vida fica muito mais fácil,  rsrs pois pode acessar de qualquer dispositivo e ter acesso as informações.

Por isso, e outras, que a Google Agenda se tornou uma excelente ferramenta de produtividade e gestão do tempo.

Como o nome já diz, é uma agenda digital.  Em que você pode ver, cadastrar ou alterar seus compromissos a qualquer momento ( o que é o céu pra mim).
Que foi agregando outras funcionalidades para tornar mais ágil como os tempos modernos exigem.
Tem diferentes opções de visualização – mensal, semanal, diárias e outras coisinhas mais, rs.

Os principais recursos são:

Criar várias “agendas”
Compartilhadas ou não, você pode ter agendas com direcionamentos e cores específicos. A agenda do filho, a agenda daquele projeto, a sua agenda pessoal, a agenda do trabalho, enfim, mil e uma possibilidades.
É um otimo recurso para você avaliar mensalmente qual área tem dado mais e menos atenção.  É só colocar na visão mensal e ver quais cores surgem mais, ou não surgem.

image

Lembretes
Você pode configurar diferentes lembretes para cada compromisso, de acordo com a especificidade e necessidade.
Se tem uma reunião ou apresentação que exigirá um trabalho prévio,  pode configurar um lembrete (por email ou no celular)  para um mês antes, para te lembrar de se organizar e um para uns dias antes, para garantir que terá finalizado a tempo.

Datas importantes
A agenda tem um recurso de você ver o aniversário dos seus contatos e os feriados nacionais.  Eu, pessoalmente não gosto, por serem mais duas agendas, se você for optar por ter várias agendas pode ficar poluído de cores.
Já  se você tem dificuldade de lembrar dos aniversários,  ou tem poucas agendas, é um ótimo recurso.

Tarefas
Para quem é mais adepto ao digital é uma ótima opção fazer sua lista de tarefas no mesmo aplicativo.  Ele só entra na agenda se configurar lembrete, do contrário fica na lista de tarefas mesmo.
Tem várias opções de configurações bem legais, como na foto abaixo.

image

Repetir compromissos
Quando você cadastra um novo compromisso pode definí-lo como recorrente clicando no botão repetir.
Tem várias opções de configuração.  Esse recurso é ótimo para aquelas aulas duas vezes na semana ou no mês.
Podendo até colocar início e fim, vê só aí na foto.

image

Esses são alguns recursos que escolhi destacar aqui pra você,  existem vários outros que podem ser útil para você de alguma forma.
E como sempre falo, o que escrevo aqui é baseado na minha experiência ou pesquisa. Você precisa testar para ver se, e como, funciona para você.  Teste, remexa, faça experiências e me conta aqui nos comentários como foi, combinado? 

E você que já usa? Como usa? Conta aqui nos comentários para nos inspirar ;).

Só dá para organizar o que cabe no espaço

Quando se fala de organização existem 500 milhões de teorias e possibilidades.  E isso é ótimo,  pois somos seres únicos e temos necessidades variadas, então que bom que podemos ter opção. 

Porém,  quando se fala de organizar um espaço – seja armário de roupas, de arquivo, mesas, gavetas – temos de ter em mente que: sim, existem mil opções e formas de organizar esse espaço e otimizar o seu uso, desde que você “caiba” nele.

image

Pinterest

Lembra que sempre falo que bagunça não se organiza? Então,  vou repetir: bagunça não se organiza!!

Não adianta ter todas as opções do mundo, em sistemas de organização, se você tem coisas demais, coisas que não precisa, coisas que não cabem no seu espaço.

Avalie sempre o quanto você precisa de  tudo que tem. Descarte aquilo que não precisa mais, aquilo que não usa há mais um, dois anos, as contas de mais de cinco anos, aqueles itens que tiveram um fim específico. Libere espaço para manter seus ambientes organizados.

Sabe a famosa faxina de final de ano? Faça-a com disciplina e clareza.

Organizar não pode ser esconder bagunça ou dar jeito de enfiar mais itens onde já está cheio. Organizar é otimizar o que você tem – de acordo com o espaço que você tem – para que tenha acesso ao que precisar sem perder tempo procurando. 

Avalie seu espaço e veja o que de fato cabe nele para depois organizar,  combinado? 

Quer se organizar e não sabe como? Me manda um email 😉

Por que gerenciar seu dinheiro é tão importante

“A principal grande diferença entre sucesso financeiro ou fracasso é o quão bem você gerencia seu dinheiro. É simples: para controlar o dinheiro,  você precisa gerenciá-lo.” T. Harv Eker

image

No livro Os Segredos da Mente Milionária,  T. Harv destaca que o grande diferencial é que os de mentalidade rica tem consciência do quanto é importante gerenciar seu dinheiro. E perceberam isso antes mesmo de serem ricos.

Estudos já mostram que as pessoas mais endividadas são justamente as que menos sabem quanto ganham ou quanto gastam.

Você não precisa ter muito dinheiro para começar a gerenciá-lo,  você precisa gerenciar, e controlar, seu dinheiro para ter muito.  Afinal, sabemos muito bem que dinheiro não dá em árvores e muito menos se multiplica embaixo do colchão, certo?? Kkkkk 

Você tem mesmo é que saber o que quer da sua vida financeira.

Buscar formas de economizar,  poupar e investir tem de ser uma preocupação e atividade que devem fazer parte da rotina. Seus planos para o seu dinheiro devem estar em seus pensamentos e nortearem  cada decisão com relação a finanças.

Tenha familiaridade com o tema finanças, veja seu dinheiro como algo a ser cuidado e valorizado.

image

Pesquise sobre o tema, conheça as taxas que seu banco cobra da sua conta, da sua previdência e quanto ele paga de rendimento na poupança.  Saiba quanto aquele biscoitinho que você adora aumentou e avalie se dá para continuar comprando. Compre frutas e verduras da estação. Tenha planos a longo prazo para viagens e compra de bens que te motivem a gerenciar suas finanças.
Tenha clareza de quanto ganha e de quanto gasta.

Busque mudar a mentalidade de que dinheiro é feito para gastar e pronto. Pare de pensar  que “o que você ganha mal dá para pagar as contas que dirá para investir”.  Comece a pensar grande para ser grande e construa um plano para seu dinheiro.

Organize as suas finanças que eu te garanto que você vai conseguir ver onde está gastando demais ou onde pode economizar, sem mudar o seu estilo de vida.

Você sabia que com 50 reais por mês você já consegue fazer um investimento?? Pois é,  você pode. Pesquise sobre, pergunte ao gerente do seu banco ou a um amigo, e me conta aqui o que descobriu, combinado??

E comece!! Você precisa gerenciar seu dinheiro e o melhor momento é agora. 

Como manter a motivação

image

E maio chegou e com ele veio a ansiedade pela proximidade da metade do ano,  rsrsrs

Outro dia falamos sobre a revisão das metas aqui e tenho certeza que você está com seus objetivos alinhadinhos com sua realidade atual.

Hoje quero falar um pouco sobre como manter a sua motivação. Para você seguir cumprindo o planejamento e não ter sustos na revisão do próximo quadrimestre ;).

Tenho uma amiga que sempre fala que motivação é igual a banho, tem que ser renovada todo dia e eu concordo plenamente.  Não adianta esperar que vai cair do céu por que não vai, você não vai acordar mais animada amanhã se não fizer algo.

Você tem de ter mecanismos que te ajudem a renovar a motivação.

image

Foto da internet

Vamos a alguns que eu sugiro:

O propósito
Sabe a história de que motivação é o motivo para a ação? É verdade!  Então,  você sabe qual é o seu motivo? 
Para mim o mecanismo número um é saber o propósito,  seu e do seu objetivo. Quando você sabe por que está fazendo algo e onde isso vai te levar,  você se sente mais motivado para fazer aquela atividade chata ou trabalhar além ou dar atenção a alguém. Tenha clareza do que está buscando com cada objetivo,  se é por seus filhos, por seus pais,  por um grande sonho,  por uma realização.  Saiba onde esse sacrifício, ou esforço,  irá te conduzir. E relembre toda vez que precisar – de preferência todos os dias – de um gás a mais.

Foco
Sim, eu sei, manter o foco também é muito difícil kkkkk.
Motivação e foco andam de mãos dadas o tempo todo. Quando você está focada nos seus objetivos consegue realizar mais e, a cada meta alcançada sua motivação em seguir realizando aumenta. E isso se retroalimenta, pois estando motivada sua busca por se manter focada aumenta.

Rotina
Já viu aquela frase na internet de que a motivação faz começar e o hábito faz continuar? Ela vale pra motivação também.  A Programação Neurolinguinstica ensina que aprendemos por repetição e velocidade.  Quanto mais fazemos algo melhor ficamos em realizar isso. Então estabeleça uma rotina que alimente a sua motivação.  Pode ser uma rotina matinal com música que te estimulam, pode ser um momento de oração ou meditação, pode ser um momento do dia em que você se relembra o que está por trás dos seus objetivos, pode ser ler frases que te estimulam,  não sei.  Defina uma rotina que alimente a sua motivação,  que assopre a brasa todos os dias e mantenha a chama acesa.

Estar com pessoas que te fazem bem
Esteja com pessoas que te estimulam e incentivam, que te inspiram, que te fazem sorrir e se sentir leve. Mantenha contato com pessoas que vão te lembrar porque a vida faz sentido e o seus objetivos são importantes. Isso irá renovar as suas energias e aumentará a sua motivação para alcançar suas metas, pois sabe que terá com quem compartilhar e comemorar. 

E lembre-se, motivação não dá em árvores e nem vem no sono. Tem de ser uma determinação diária. Tem de ser uma escolha consciente todos os dias. Ok??